Bulbophyllum medusae (Lindley) Reichb.f. (clique no final deste artigo p/video e música com Vanessa-Mae)

Caros visitantes, é com grande prazer que informo que o site NAVEGANDO COM ORQUIDEAS e toda sua equipe de profissionais MUDOU de CASA E ENDEREÇO…

MUDAMOS DE ENDEREÇO

nosso novo endereço é
http://www.orquidariocuiaba.com.br
e/ou
http://www.simplyorchids.com.br

Esperamos que gostem das mudanças! não esqueçam de comentar!

A partir de agora este site http://navegandocomorquideas.wordpress.com
deixará de ser atualizado…


A orquídea Bulbophyllum medusae (leia-se “bulbofílum meduse”) sempre foi meu sonho de consumo como orquidófilo colecionador! Um dia consegui comprar via internet uma excelente muda do Orquidário Quatro Estações, presenteado-me desde então com belas florações. Resolvi fazer este post exclusivo em homenagem a essa planta de flor tão delicada, labelo com mácula amarela, cujas sépalas transformam-se em longos fios de cor quase alba, parecido mesmo com cabelos humanos. Mas vamos às razões que o taxonomista nominou-a como “Medusa”. Diz a lenda grega que Perseu, filho de Júpiter e Dânae, foi abandonado à propria sorte num baú lançado ao mar por ordens do avô Acrísio, receoso com a premonição de um oráculo de que seria morto pelo neto. Encontrado depois na localidade de Séfiro por um pescador, foi apresentado ao rei Polidectes, que o criou. Quando adulto recebeu a incumbência de

matar o demônio do mar: MEDUSA, um monstro horrendo (górgona), de aspecto assustador com dentes de javalí e cabelos de serpente e que não podia ser encarado por ninguém, os que o fizessem, fossem pessoas ou animais, transformar-se-iam em pedras. Medusa teria sido uma linda moça cujos cabelos era o que tinha de mais precioso e ao competir com a deusa Minerva, por ela foi castigada, transformando suas melenas em serpentes sibilantes. Auxiliado por Minerva, que lhe emprestou seu escudo, e Mercurio, que lhe arranjou sapatos alados, Perseu foi até a gruta onde MEDUSA morava, deparando com seres petrificados na entrada, e sem que ela percebesse sua chegada “voando” com os sapatos alados de Mercúrio, sem encará-la e guiando-se apenas pelo reflexo no escudo polido que refletia a imagem do monstro que dormia conseguiu decepar sua cabeça de cabelos de serpente, entregando-a para Minerva, que fixou o troféu no meio de seu escudo. Mitologia grega…gosto disso! Voltemos agora a planta BULBOPHYLLUM MEDUSAE, que herdou seu nome em razão da lenda. Originária da Tailândia, Borneo e Filipinas. Sendo epífita, deve ser cultivada em vasos abertos e direcionando seus pseudobulbos de forma que não se cruzem, evitando quando da floração o entrelaçamento dos longos e delicados fios das sépalas com mais de 20 cm de comprimento. Uma vez florida deve-se evitar correntes de ar que podem embaraçar esses “cabelos”. Boa luminosidade, clima tropical são fatores que influem no bom cultivar da planta. Bem cuidada floresce mais de uma vez ao ano, o que ocorre entre os meses de março e setembro. CLASSIFICAÇÃO BOTÂNICA: BULBOPHYLLUM Thouars. Tribo: Epidendreae. Subtribo: Bulbophyllinae. Etimologia: do grego, “bolbos”, bulbo; “phyllon”, folha. Acredita-se que o gênero Bulbophyllum abranja em torno de 1.000 a 1.200 espécies (nossa B. medusae é uma delas), vegetando em florestas tropicais, do sudeste da Asia, particularmente da Nova Guiné. Curioso(a) sobre as razões do video de Vanessa Mae aqui? -Simples! nada melhor que unir coisas lindas com outras maravilhosas…um bom momento de leitura, flores, plantas, boa companhia e boa música. Essa violista britânica de descendência chinesa, executa com seu violino eletrônico algo sublime em “Theme from Caravans”, levando-nos a uma viagem déjà vu… Obrigado pela companhia, volte sempre!

About these ads

Tags: , , , , , , , ,

Uma resposta to “Bulbophyllum medusae (Lindley) Reichb.f. (clique no final deste artigo p/video e música com Vanessa-Mae)”

  1. PAULO CAVEQUIA Says:

    elas sao muito lindonas como faço para adquirir umas mudas estou começando agora tenho poucas mas gosto muito de orquideas abraçp paulo
    R.: Estimado Paulo, o blog Orquídeas e Preservação (atualmente inativo) está de casa nova no site http://www.orquidariocuiaba.com.br onde aguardamos sua visita participando conosco dos novos artigos, dicas de cultivo, curiosidades e álbuns com lindas fotos de orquídeas. Não comerciamos orquídeas. Sugiro buscar no Google as dezenas de endereços de orquidários virtuais comerciais. Na época que comprei minha “medusae” foi via internet com o Orquidario 4 Estações, que tem boas plantas e preços acessíveis! Um abraço.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: